Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

TÓ NEVES É O ATUAL TÉCNICO DA EQUIPA SÉNIOR  

«FOI SEMPRE UM CLUBE DE PROJETOS COM JOVENS DE BASTANTE QUALIDADE» 

Tó Neves é mais uma figura emblemática do hóquei patins nacionais a representar o HC Braga, não como jogador, mas como técnico da equipa principal dos bracarenses. E as imagens que o antigo internacional português tem do hóquei patins em Braga remotam aos tempos da antiga Associação Grundig, que na década de 80 foi um dos dinamizadores a modalidade na cidade, sobretudo no escalão sénior. «Lembro-me de jogar bastantes vezes frente à Grundig.

tó neves

 Depois, mais tarde, apareceu o Hóquei Clube de Braga e as ideias que tenho é que foi sempre um clube projetos de camadas jovens com bastante qualidade. Na II Divisão apostou na subida e depois de estar lá consolidou-se. Um ou outro ano subiu e desceu, mas nos últimos anos afirmou- -se como um clube estável e sempre como um bom recrutamento de jogadores e é um clube sério», disse. Tó Neves recorda ainda ter sido eliminado pelo HC Braga na Taça de Portugal «quando era jogador/treinador na UD Oliveirense» e também de ter defrontado o clube bracarense «diversas vezes como treinador». Mesmo tem tempo de pandemia em que os escalões de formação têm estado parados em termos competitivos, Tó Neves está atento ao que existe nos quadros do HC Braga. «Tenho já um jogador que treina connosco, o Leitão, que é um jogador que já está referenciado e que tem potencial. Estou atento à prata da casa», frisou. No que concerne à campanha do HC Braga na I Divisão, Tó Neves, que rendeu Hugo Azevedo no comando dos bracarenses, prevê estas últimas quatro jornadas como autênticas finais na luta pela permanência, agravadas com a imprevisibilidade de resultados que a pandemia também ajudou a fomentar, com jogos disputados em pavilhões vazios que praticamente esfumam o facto casa. «Temos quatro jornadas e precisamos desesperadamente de pontos para conseguirmos atingir os nossos objetivos. Há resultados inesperados que acabam por complicar as contas, mas estas só podem ser feitas na última jornada. Iremos fazer tudo para que não seja necessário chegar à última jornada. Da nossa parte, compete-nos somar pontos», disse.

«Lembro-me de jogar bastantes vezes frente à Grundig. Depois, mais tarde, apareceu o Hóquei Clube de Braga e as ideias que tenho é que foi sempre um clube projetos de camadas jovens com bastante qualidade. Na II Divisão apostou na subida e depois de estar lá consolidou-se. Nos últimos anos afirmou-se como um clube estável e sério e sempre com um bom recrutamento». 

Fonte: Diário do Minho

What's your reaction?
1Smile0Angry0LOL0Sad0Love