Skip to content Skip to sidebar Skip to footer
Luís Botelho é o presidente atual do Hóquei Clube de Braga e leva 21 anos como dirigente nos 33 de existência da coletividade. Entrou para o dirigismo pela mão de seu pai, Alberto Botelho, que foi presidente durante muitos anos e sucedeu-lhe no cargo, tendo vivido juntos os grandes sucessos que o clube conseguiu. A aposta na formação é e sempre foi a grande bandeira do HC Braga, mas Luís Botelho refere também a necessidade de ter uma equipa sénior competitiva, capaz de gerar referências para os mais novos que evoluem nos escalões de base. «Sempre tivemos a ideia de que uma boa equipa de seniores seria a locomotiva para tudo o resto. Os feitos dos seniores contribuíram para os títulos que tivemos a nível de formação e os jogadores internacionais que formámos e tiveram inspirações nos jogadores de bom nível que por aqui têm passado. Hoje somos sem dúvida uma referência do hóquei em patins nacional, muito por fruto daquilo que os seniores fizeram. A equipa sénior é sempre o espelho do clube. Os miúdos vêm para os nossos escalões de formação pelos feitos que viram os seniores fazer», disse o líder do Hóquei Clube de Braga à reportagem do Diário do Minho.
«Todos os títulos deram uma alegria imensa»
Luís Botelho classifica os títulos conquistados como «as maiores alegrias» e não consegue escolher um em particular. «Escolher um é difícil. Desde os seniores à formação». Em contraponto, as descidas trouxeram os momentos tristes para Luís Botelho enquanto dirigente desportivo, mas há um momento em particular que o presidente do HC Braga teve dificuldade em digerir. «Perdemos um campeonato de sub-19 em Loures. A três ou quatro minutos estávamos a vencer e fomos perder para o Benfica. Esse campeonato ainda hoje me está atravessado, mas felizmente foram muitos mais as alegrias do que as tristezas, referiu.
Ficámos na história ao vencer o Eurockey sub-17
Outro momento de grande exaltação vivido pelo Hóquei Clube de Braga foi a conquista do Eurockey-sub17, em 2014, sendo a primeira equipa portuguesa a sagrar-se campeã da europa naquele escalão. «Ficamos na história e foi, sem dúvida, um título muito importante para o clube e também para a cidade», referiu. Noutro plano, Luís Botelho referiu o amargo de boca vivido na época passada com a interrupção do campeonato devido à pandemia provocada pelo covid-19. «Ultrapassámos o Valdano, na Taça WS Europe, que era o principal candidato a vencer a prova e estávamos bem encaminhados para a final four da Taça CERS, mas mesmo a nível interno estávamos a atravessar a nossa melhor fase e iríamos fazer uma ponta final muito forte», disse. 

Fonte: Diário do Minho

HC Braga
What's your reaction?
0Smile0Angry0LOL0Sad0Love