Chegou a altura de dizer BASTA!

Durante toda a semana, treinamos, trabalhamos, suamos, deixamos na pista tudo o que temos. Jogadores, Treinadores, Dirigentes e Staff dão tudo pelo seu Clube. Porque acreditamos no trabalho. Acreditamos na superação pessoal.

Acreditamos no Desporto e no Hóquei em Patins como exemplo inspirador para a vida.

Os nossos adeptos sabem isso.

Transmitimos todos os dias esta forma de estar aos nossos atletas da Formação.

Por vezes vencemos. Outras, perdemos.

Sabemos que essa dualidade faz parte do Hóquei, faz parte da vida.

E vivemos com isso, procurando ser melhores do que no jogo anterior. Procurando trabalhar mais do que na semana anterior.

E, de novo, acreditamos no Desporto e no Hóquei em Patins como exemplo inspirador para a vida.

Levamos connosco o nome da nossa cidade e transportamos o nosso símbolo ao peito, que muito nos orgulha, incorporando todos estes valores.

E depois, chegamos ao fim de semana e somos confrontados sistematicamente com os do costume a fazer o mesmo… do costume. A colocar todo o nosso trabalho em causa.

 

Não é a derrota que nos pesa; é a falta de respeito sistemática, é a dualidade de critérios e é perseguição de que somos alvo.

Não é a derrota que nos pesa; é jogar contra duas equipas em simultâneo, tendo uma delas todo o poder…

Não é a derrota que nos pesa; é a falta da Verdade.

 

Aqui chegados, é tempo de dizer: BASTA!

Não admitimos que nós faltem ao respeito!

O que se passou hoje no jogo com o FC Porto foi a gota que fez transbordar o copo da nossa indignação. Mais uma vez, mais do mesmo: uma dupla de árbitros a adulterar o resultado do jogo.

Dúvidas? Veja-se a gravação do jogo. Com a actual capacidade dos clubes e da própria FPP manter estes registos de imagem integral, só não tirará as mesmas conclusões que nós tiramos quem não quiser ver o óbvio: está lá, está publicado, e para além dos dirigentes da arbitragem, todo o público poderá ver. Hoje em dia não se esconde nada e a memória deixou de ser curta.

O Hóquei Clube de Braga irá solicitar, com carácter de urgência, uma reunião com o Presidente do Conselho de Arbitragem, com o intuito de tentar entender o porquê desta Perseguição.
Razões haverá, e muito gostaríamos de as saber e partilhar com toda a família hoquista.

Porque acreditamos no Hóquei em Patins.

Porque é tempo de dizer BASTA!

A Direcção